terça-feira, 28 de setembro de 2010


Essa é a Caricacura do beroso do Pedro de "VI", feita por VICTORS CRISPIM

Essa é a Caricacura do beroso do Eduardo feita por VICTORS CRISPIM
Essa é a Caricatura do Beroso do Allan feita por VICTORS CRISPIM
_Esse é o retrato do beroso do Ivanildo feito por VICTORS CRISPIM
valeu vanilsss

Tive que fazer algumas alterações na hora de fazer a animação...
Só falta por o som.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Vídeos do programa 100FOCO

http://www.youtube.com/watch?v=SG8wcLudsSI

http://www.youtube.com/watch?v=hNNYU1IrkSk&feature=related

Site de arte recomendado...

http://www.zupi.com.br/

Relatório - Oficina Animação

Tays Biscaro Lemes de Oliveira.

1. O que eu Aprendi?
Eu aprendi mais sobre cada oficina e o quanto cada uma e importante pra se fazer um bom trabalho, aprendi também sobre o trabalho em equipe, e que nem sempre o grupo vai ter as mesmas idéias e que temos sempre que trabalhar democraticamente para que todo o grupo trabalhe melhor e satisfeito.
Sobre a experiência de ter feitos os trabalho de vídeo a foto e produzir um roteiro foi experiência únicas e que eu vou levar para o resto da minha vida e para o meu trabalho na animação, e aprendi também o que cada oficina faz exatamente, e o quanto e importante o papel delas no audiovisual.

2. Como foi o trabalho?
Olha de primeira eu fiquei um tanto assustada, só com a releitura da roteiro da foto, porque eu nunca tinha tentado nada desse tipo foi uma experiência muito novo pra mim, depois que eu vi que neguem sabia trabalhar com aquele tipo de trabalho eu me acalmei e tentei aproveitar tudo aquilo que foi passado nas palestras.

3. Qual foi a minha participação?
A minha participação foi mais por a mão na massa no começo, depois e me soltei mais e comecei a dar mais idéias e tentar participar em cada tipo de oficina, ate encontrar uma forma da animação que é a minha oficina fazer parte de todos os trabalhos.

4. O que eu queria que fosse diferente?
Bem eu acho que nada porque cada erro foi uma forma de eu aprender a não errar novamente, todas as discussões e todas as nossa desorganização foi única e serve de exemplo.

5. O que eu mais gostei?
Foi no nosso primeiro vídeo a releitura do filme o Contador de Historia foi onde todos nos encaixamos nossas idéias numa só idéia a forma como todos nossos trabalhamos em equipe.


Relatório Criar

Relatório Criar

Nome: Raphael
Oficina: Animação

1° O que aprendi?

Eu aprendi um pouquinho de cada oficina. Na releitura tive um pouco de noção na iluminação, porque eu vi o quanto é importante uma boa iluminação na filmagem e tive uma pequena atuação.
No vídeo minuto aprendi como montar roteiro e como fazer storyboard (uma coisa que nunca tinha feito antes), foi uma boa experiência.

2° Como foi o trabalho?

O trabalho na releitura foi ótimo, porque o trabalho teve um bom planejamento e que saiu do jeitinho que foi discutido, já no vídeo minuto já não gostei muito, por que não foi feito como o planejado, e assim ficou difícil de se entender com o pessoal de outras oficinas, mas foi legal trabalhar com eles. Com o tempo fomos nos entendendo e no final até que o trabalho ficou bom.

3° Qual foi minha participação?

Na releitura a minha participação foi na iluminação e fiz parte dos figurantes, já no vídeo minuto eu ajudei a Criar e finalizar o roteiro e fiquei responsável pelo storyboard, como nunca tinha feito, eu procurei muitas referencia como base para estar fazendo. Como isso eu fui dormi uma hora da manhã para concluir o storyboard, mas no final foi gratificante porque eu acabei aprendendo como isso, eu gostei muito. Só fiquei chateado em um ponto, porque na hora da gravação não seguiram como estava no roteiro e no storyboard. Há um também atuei.

4° O que eu gostaria que tivesse sido diferente?

Eu queria que tivesse falado mais do storyboard, porque eu entendi a importância dele e acho que é uma das coisas mais importante quando for fazer uma filmagem, e queria que tivesse falado mais da animação e da computação gráfica. Essas áreas são as que pretendo seguir futuramente mais criação de jogos.

5° O que mais gostei?

O mais gostei foi a aula de animação e da computação gráfica e no vídeo minuto foi do trabalho que fiz no storyboard porque nunca tinha feito.

Relatório_Oficinão
Aprendi muito até agora, o oficinão serviu como base para sabermos como funciona o mercado audiovisual, me causou um grande impacto quando eles decidiram "do nada"
dar uma câmera na nossa mão e dizer: _"vocês vão fazer uma releitura de tal cena". E no final, assistir a essa nossa releitura num estúdio "massa" foi muito novo e legal de saber que seria sempre assim tão bacana.
No oficinão quando mostraram como tudo funciona por trás dos bastidores, atrás das câmeras, quando explicaram sobre animação, produção, cenografia, iluminação, figurino, cabelo e maquiagem, videos inerativos, computação gráfica, câmera e fotografia, audio e edição. Nesta parte aprendi mais sobre storyboard, sobre a história da animação, dos frames, aprendi sobre a correria e a responsabilidade da produção, da cenografia, cabelo e maquiagem e figurino. Durante essa parte do oficinão fizemos algumas atividades, que foi a criação de uma cena com o tema "cheguei no criar", nela resolvemos "exercitar nossos cortes e ângulos de filmagem". Outra atividade foi sobre direção de arte que falava sobre algumas técnicas de composição de cenário, por exemplo cores e linhas, depois fizeram uma proposta de fazermos uma foto emcima de cenas citadas por eles, foi muito legal, usamos as técnicas de iluminação, cores e linhas, ensinadas por eles.
Em computação gráfica nos proporam uma atividade sobre animatic que é praticamente um esboço da computação gráfica, nos deram um storyboard com 25 quadros que estavam em ordem aleaória e nos mandaram escolher 15 para fazer uma propaganda de um jeans, foi muito legal os trabalhos do grupo e a gravação da galerinha no estúdio de audio.
Por último foi "tipo" uma conclusão do oficinão, apesar de ter sido difícil trabalhar em grupo diante de antas personalidades diferentes, no "video minuto" (tema do último trabalho do oficinão), foi bacana, usamos todas as idéias dos integrantes do grupo e tudo que aprendemos no oficinão. Na verdade o oficinão foi e sempre será uma coisa inesquecível no curso e na minha vida, FOI COMO SE MEU CÉREBRO FOSSE UMA BOCA E COMESSE TUDO QUE OS EDUCADORES DISSERAM DURANTE O OFICINÃO.

Uma das melhores coisas que eu fiz na minha vida foi participar do processo seletivo do criar!.




Relatório de Animação

Relatório

Aprendi um pouco de cada oficina,todas são importates e uma depende da outra.Animação;são fotos que passam em uma determinada sequencia criando a ilusão do movimento.Produção;
produtor investidor chefia toda a produção,Diretor de Produção responsável por tudo e por todos os equipamentos ,direciona as cenas a equipe etc.Prdutor de Platô/Set-responsável
pelo cenário,o ambiente.Produtor de Casting/elenco-Procurar,encontrar e contratar Atores de acordo com o perfil e faz teste de VT.Produtor de locação ,assistente a todos os produtores
Direção de Arte
Diretor que direciona toda o espaço é o cenério.
Cenografó- desenha o espaço e o cenário
Cenotécnico-Que monta o cenário,Pintor Marceneiro etc.
Produtor de Objetos -Busca objetos para a cena
Figurinista;idealiza,cria,sobre todas as roupas que serão usadas.
captação;Filma o filme mas tem asistentes para ajuda-lo.
Iliminação-responsável pela iluminação do cenário.
Pós Produção
Edição-edita as cenas e monta o filme(o filma não e gravado em ordem)
Computação Grafica-Efeitos e outros.

Trabalhos
Foi difente nunca tinha feito vidéos antes,gostei no começo fiquei aprenciva,mas depois o trabalho foi tomando vida e no final fiquei orgulhosa por ter participado.

Sobre os trabalhos:
*Releitura(filme,O contador de Histórias)
*Oficinão(Animatic,foto)
*Video Minuto

Minha participação na releitura eu trouxe algumas coisa que que precisou,e fiz papael de figurante.No Animatic ajudei a organizar a Hitoria é na foto ajudei a montar o cenario.
No ultimo o video minuto foi no cenário que ajudei a montar e na desprodução e dei algumas ideias para o roteiro.

Gostaria de ter participado mais,é no video minuto senti falta da cena que ele fala da Mãe.

Gostei mais da releitura,foi muito engraçado todo o grupo se ajudando para sair um trabalho legal,porem por esse ser menor facilitou o desenvolvimento.

Releitura
todos deram suas ideias,porém a maioria optou por fazer uma parodia"comedia"que mostra o que realmente é a Febem de uma forma engraçada.

oficinão
Animatic eles deram um story board no qual era para escolher 15 cenas e montar uma historia,achei que muitas pessoas não conseguiram ajudar nessa atividade.

Foto
montamos a cena para a foto a partir de uma cena de filme tudo o que nos encinaram na direção de arte foi posto em pratica.

Video Minuto
Nosso grupo não se seperou em subgrupos porém todas as ideias foram ouvidas 5 pessoas ficaram para fazer o roteiro e os outros foram procurar as coisas nessesarias,foi feito shory board
se bem que nem sempre ele foi seguido.no final conseguimos um resultado legal a pasar de alguns problemas que tivemos.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Relatório
Esse primeiro mês teve algumas pessoas que não gostaram do fato de serem muitas pessoas fazendo um mesmo trabalho, eu também não gostei muito, mas eu encaro de boa, como se fosse um teste.
Logo de cara tivemos que fazer uma releitura do filme “O contador de histórias”.Sem edição fizemos os cortes, áudio e figurino. Esse foi só com o pessoal de animação.
Depois veio o “OFICINÂO”, a idéia era mostrar passo a passo a produção de um filme, para todos os 150 alunos do CRIAR.
Começou pela animação depois veio produção, direção de arte e algumas outras coisas mais, algumas dessas etapas tivemos dinâmicas e atividades, como no dia da captação, fizemos uma caixa de papelão, com um furo como lente e um sulfite como filme como filme. Depois veio a direção de arte, que recriar as texturas, a luz as linhas, em uma foto.
Tivemos também uma aula de captação com o professor Olindo (ângulo, zoom, take, etc ...)Disso nós fizemos um vídeo com esse pouco q aprendemos, e o tema era “Cheguei no criar”. Mais uma vez, sem edição e uma Mini DV na mão, fizemos (nós da animação) um vídeo de 1 minuto.
Daí vei o professor Cabelo com sua computação gráfica, nos mostrou alguns trabalhos incluindo co se faz um animatix .E la vamos nós outra vez, em grupo de + ou – 12 pessoas , fizemos o “Jeans Meketref”.
Terminando o oficinão nos deram um desafio : Gravar um vídeo de um minuto e com 37 pessoas no grupo. Pelo menos dessa vê pudemos usar equipamentos e edição.No meu grupo o G1 nós optamos por fazer um stop-motion no meio do vídeo, não ficou ruim, mas também não ficou bom.
A experiência foi legal , mais mau via a hora de chegar a oficina.
Essa foi a primeiro mês do criar

Relatório

João Manoel da Silva
Animação G1

1º Releitura
2º Oficinão
3º Animatick
4º Vídeo Minuto

O que aprendi?

1º Aprendi o quanto é importante ter planejamento e organização e principalmente o quão é importante se fazer um storyboard.
2º Aprendi que também é preciso ouvir, ao invés de apenas mostrar meu ponto de vista, pois ouvindo o que outras pessoas tem a dizer, posso rever meus conceitos e assim, conseguir um resultado final ainda melhor.
3º Aprendi a importância de quão nítida a mensagem que tenho a passar deve ser mostrada, sem perder o foco e sempre pensado se outras pessoas irão entender de maneira simples a mensagem a ser passada.
4º Aprendi que trabalho em equipe é a chave para um bom resultado e que pode haver desavenças na equipe, mas é preciso superar isso, se quisermos um bom resultado.

Como foi o Trabalho?

1º Em uma palavra, divertido.
2º Ótimo.
3º Não foi tão bom, pois não houve muito trabalho de equipe.
4º Não foi um ruim, mas admito que me estressou um pouco.

Qual foi minha participação?

1º De certa forma decisiva, para gargalhadas finais.
2º Foi boa, não me intimidei em mostrar meu ponto de vista em determinados assuntos.
3º Um pouco importante, pois participei da construção do Stop Motion.
4º Praticamente construí o storyboarde, mas ainda ouvia algumas modificações.

O que eu gostaria que tivesse sido diferente?

1º Nada, gostei muito exatamente da maneira que foi.
2º Gostaria que houvesse mais atividades.
3º Gostaria que fossem organizadas as funções dentro do grupo de outra forma.
4º Gostaria que o Grupo ouvisse mais os integrantes do mesmo.

O que mais gostei?

1º Da forma de como pode ser divertido fazer algo sério.
2º Da maneira que os educadores abrem espaço para que os educandos se expressem.
3º De como é interessante passar uma mensagem em tão pouco tempo, e de quantas maneiras possíveis.
4º De como a diversidade é importante.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010



Quem ficou sabendo dessa? O Renan o "famoso fanta uva" quebrou vários pratos no refeitório, que bobão... kákáká...

video

ingredientes: papel, lápis e um celular

Iv. SM

-Oficinão-

No oficinão aprendi "basicamente" tudo, porque apenas em algumas poucas oficinas eu tinha uma leve noção do que se tratava. Foram mostradas coisas que eu nunca imaginei que existia, como por exemplo, na parte do oficinão voltada à Direção de Arte, quando se falava da paisagem e ambiente interagindo com os personagens, os esquemas de cores para deixar a cena mais harmoniosa. Na parte da Captação também. Eu não sabia que existia um “continuista”. Vi a importância da iluminação em todos os tipos de captação, tanto em filmagens, fotos e até em uma animação de Stop Motion. Achei incrível o que é possível fazer com as luzes a partir de três cores o ”RGB”. Não sabia que na animação existiam truques tão fáceis para simplificar alguns processos de movimento. Achei muito louco todo o possesso dos Marking Off’s da oficina de Produção, deu para perceber o trabalho que vamos enfrentar. Vi a importância de um áudio limpo para acrescentar a sua produção, ajuda muito na pós-produção, e na animação vai envolver bastante isso.




-Releitura-

Achei muito legal e interessante, pois na confiança,

já de cara deram uma câmera semiprofissional na nossa mão, deram os comandos e nós tivemos que nos virar

[ -Vão lá e produzam! ].

É um tipo de desafio que faz o ser humano trabalhar sobre pressão, estimula a capacidade de cada um. Gostei do resultado. “Quem assistiu sabe,precisávamos de um continuista”.








-1Minuto-

Achei muito louco, podemos usar muitas idéias que tínhamos com toda a liberdade que recebemos para CRIAR e em cima de um tema que nos faz pensar afinal somos esses jovens indecisos. A produção do vídeo, apesar de algumas falhas foi muito bom, o grupo G4 usou muito (quase tudo) do que foi passado no oficinão. Curti pra caramba, os projetos do CRIAR são os melhores!

Releitura Well


Bom com a releitura aprendi a trabalhar em grupo, já que eu era péssimo pra me comunicar (e ainda sou) mais melhorei bastante. Com o oficinão eu aprendi um pouco sobre cada oficina, como fazer uma animação com base nas demonstrações, tons de iluminação, posição de câmera etc.




No vídeo do minuto eu acho que a organização e também o aprofundamento das outras idéias e áreas diferentes.

O trabalho pra fazer a releitura foi bem complicado por causa de conflitos de idéias, mas após firmar um acordo ficou tudo mais fácil e o resultado final ficou como o esperado.

Com as atividades que fizemos no oficinão, conseguimos fazer o vídeo minuto com um pouco mais de experiência também rolou algumas discussões, mais depois tudo foi acertado, eu contribui com o tema escolhido, fechamento de sena e desenvolvimento do projeto, mas infelizmente não pude ajudar no storyboard.

Na releitura eu fiz alguns dos desenhos apresentados, sugeri idéias e apareci em algumas das cenas.

No vídeo minuto eu participe de algumas das cenas como figurante e discuti algumas idéias com o grupo. No oficinão não tinha muito o que ser feito, só prestar atenção e fazer algumas das atividades sugeridas com algumas anotações.

Bom alguma das coisas que eu mudaria, no vídeo minuto seria a edição, tiraram cenas ótimas que poderiam ter sido aproveitadas, na releitura apenas algumas cenas.

Agora sobre o que mais gostei começando pelo oficinão, as aulas de animação era realmente tudo que eu pensava até mais divertido, computação gráfica que eu achei fascinante e vídeos interativos. Do vídeo do minuto acho que foi atuar, mesmo que a cena tenha sido cortada.

E a releitura com certeza o resultado final que ficou bem engraçado e também conseguiu me aproximar do pessoal da minha oficina.

nada o q fase...



Ainda brisando...




Brisando...

Relatório

Releitura

No mundo do áudio visual entendi que releitura é a gravação da cena de um filme já existente, na qual é possível passar outra mensagen desde que tenha o mesmo tema do filme.
Para começar foi muito bom! fiquei muito satisfeito com o resultado e tive uma grande noção sobre como é trabalhar no mercado áudio visual.
Opinei muito sobre a releitura do filme"O contador de história" e durante as gravações ajudei com figurante.
O áudio não ficou muito bom, podiamos ter trabalhado melhor com isso porém
gostei de tudo, já que nunca tinha feito algo parecido foi tudo muito inovador. E também como primeiro trabalho ajudou na aproximação da equipe.

Oficinão

Aumentei o meu entendimento sobre oque é cada área do mercado áudio visual, aprendi que todas são importantes para o mercado áudio visual.
Tudo foi bem dinâmico! O oficinçao ajudou os educandos a se soltarem e se interagirem uns com os outros, fui mais ouvinte do que participativo, mas, palpitava sempre quando eu queria, não mudaria nada, os educadores estavam bem preparados, então, não precisaria. O que eu mais gostei foi de montar uma cÂmera com materiais recicláveis, foi muito bacana!

Vídeo minuto

Aprendi a como se organizar para trabalhar com uma grande equipe. O trabalho foi gostoso, e não foi tão estressante quanto pensavamos que seria, fiquei encarregado da Direção de arte mas ajudei o pessoal da produção a correr atrás das locações, e depois de tudo isso ainda fui figurante.Deixamos de seguir o StoryBoard, por consequência as filmagens foram mudadas um pouco, e nesse momento de decisão deveria ter ocorrido uma reunião, oque não ocorreu, mas apesar da bagunça, gostei muito do resultado, ftudo foi experiência para ir melhor na próxima. ;P

quarta-feira, 1 de setembro de 2010